Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
No Brasil, mais jornais dão adeus ao papel para investir no digital
21/11/2019 16:36 em BRASIL

Nativas da mídia impressa, marcas estão resolvendo de vez abandonar o papel. O foco passa a ser produção de conteúdo no ambiente digital. Decisão que muitas vezes ocorre por necessidade (financeira). Será que no online virá o sucesso desses jornais?

Por Júlio Lubianco. Texto publicado originalmente no site do Knight Center for Journalism in the Americas

 

No início dos anos 2010, o fim da edição impressa do Jornal do Brasil, um diário centenário e outrora influente, foi anunciado como inovação. Seria “o primeiro jornal 100% digital do país”. No entanto, ainda que sobreviva na internet – com um breve e fracassado ressurgimento em papel há um ano – o tradicional JB não conseguiu, sem a versão impressa, manter a relevância daquele que já foi um dos maiores jornais do país. A crise econômica do JB se arrastava desde os anos 1990, culminando com o seu desaparecimento das bancas.

 

O fim melancólico do Jornal do Brasil não é necessariamente a regra que está sendo seguida por outros jornais brasileiros que, mais recentemente, têm também desistido de suas edições impressas diárias para priorizar as plataformas digitais. Há pouco mais de dois anos, a Gazeta do Povo, o principal jornal do estado do Paraná, iniciou a tendência ao abrir mão de publicar um jornal diário para dar prioridade às plataformas digitais. A ela, se somaram este ano a Gazeta, maior jornal do Espírito Santo, e o Diário Catarinense e mais três jornais do estado de Santa Catarina, todos publicados pelo grupo NSC.

“As empresas demoraram a perceber [que a plataforma impressa não é essencial]. E talvez o caso do Jornal do Brasil tenha assustado um pouco algumas organizações. Depois de mais de 20 anos de popularização da internet é possível ver um investimento cada vez maior em jornalismo de qualidade no mundo digital”, diz ao Centro Knight o jornalista capixaba João Guerra. Ele é autor da dissertação Mudanças estruturais do jornalismo: o caso do jornal A Gazeta ES. No trabalho acadêmico, ele investiga as transformações do maior grupo de mídia do estado do Espírito Santo.

COMENTÁRIOS