Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Dodge quer Aécio na cadeia, mas tucano confia no STF para livrá-lo
28/03/2018 11:03 em Brasil
Denúncia por corrupção e obstrução de Justiça chegou a afastar o senador do mandato  
Aécio Neves

A Procuradora Geral da República, Raquel Dodge disse que Aécio Neves se empenhou de todas as formas para atrapalhar a Lava Jato. Ela reiterou ao Supremo Tribunal Federal – STF, denúncia contra o senador Aécio Neves, por corrupção passiva e obstrução de Justiça.

Com a escalada de arbitrariedades cometidas pelo STF, Aécio Neves se diz tranquilo. Em nota, acusa o Ministério público de escancarar a tentativa de criminalização da “lícita atividade parlamentar” e que confia que a Suprema Corte o livrará e seus familiares das acusações.

Aécio chegou a ser afastado do mandato de senador depois que a operação Patmos prendeu a irmã dele, Andrea Neves, seu primo Frederico Pacheco e seu assessor parlamentar Mendherson Souza Lima.

Joesley Batista, um dos donos da JBS foi um dos pivôs da operação Patmos. Ele gravou conversas e apresentou áudios onde o senador pede R$ 2 milhões que deveriam ser usados para pagar um advogado para defendê-lo de outra operação, a Lava Jato. Aécio chega a falar em matar o próprio primo, caso este fosse delatar o crime.

A PGR também quer a condenação por corrupção passiva, de Andrea Neves, Frederico Pacheco e Souza Lima.

Todos estão confiantes que o STF não vai condenar nenhum deles.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!